segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Perceba

Ele surtou, gritou, insultou e voou. Será que ele não foi capaz de perceber que eu, tão pequena que sou, só desejava sonhar?

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Contradança

E a gente dança,
se perde na contradança,
mas chega uma hora em que a gente cansa.

domingo, 29 de julho de 2012

Admiráveis

Millôr Fernandes já dizia ''Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos bem.''
Eu digo, como são admiráveis as pessoas que não existem.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Qual você prefere?

me perguntaram se eu gostava do cheiro de livro novo ou velho,
pensei,
respirei fundo,
e então respondi:
cheiro de livro novo é muito bom,
mas cheiro de livro velho é cheiro de aventura, de anos, de muitos olhares... é apaixonante!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Falta

me falta tempo,
pra cantar
pra lhe contar
pra sorrir
pra chorar
pra aparecer por aqui...
só não me falta pra sonhar!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Voo!

Você se pega falando ''quanto menor o voo, menor a queda'', sendo que já estás nos mais altos voos...

Breve ''amor de novela''


Nos esbarramos sem querer, trocamos alguns olhares, acabou conquistando um breve sorriso no canto de meus lábios, ouvi sua voz em um pedido de desculpas e nos perdemos de vista.
Como pude perder aquele homem de vista? Um homem bem vestido, um brilho nos olhos, belo tom de voz. Acredito que ele tenha saído daquele bar, pois o procurei por todos os cantos e não o encontrei.
Talvez ele esteja a minha procura. - pensei. Mas percebendo que já era tarde, vesti meu casaco, larguei aquele copo em uma mesa qualquer e fui até a porta da saída na esperança de encontrá-lo, e nada. Questionei o porteiro, disse quais eram as características daquele homem, porém ele apenas fez um sinal de negativo com seu rosto.
Chegando em casa não conseguia dormir, fiquei por horas rolando de um lado a outro pensando naquele homem que nem o nome eu sabia.
Na segunda-feira assim que cheguei ao meu escritório lembrei-me de nosso esbarro, daqueles olhos, eu sabia que precisava encontrar esse homem novamente. Levei um susto quando meu telefone tocou, era um número desconhecido, e eu achando que tratava-se de algo da empresa, logo atendi:
- Bom dia! Desculpe te ligar assim, você nem sabe quem eu sou, consegui seu número através de uma amiga. Nos esbarramos naquele sábado a noite e eu precisava te achar de alguma maneira. Devo me apresentar é claro, me chamo Marcelo...
Conversamos por mais algum tempo e combinamos de irmos tomar um café juntos, conversamos, nos conhecemos melhor, nos encontramos diversas vezes e estamos juntos até hoje.
Devo destacar o fato de que continuo apaixonada por este homem de olhos expressivos, de um maravilhoso perfume, o homem que me traz alegrias, conquista os meus sorrisos e que me tens por inteira.

Obs.: A promoção não me rendeu os ingressos, mas me rendeu um rabisco.

domingo, 10 de junho de 2012

quarta-feira, 30 de maio de 2012

terça-feira, 29 de maio de 2012

Ser

Quando me perguntavam o que eu queria ser quando crescesse, a primeira resposta que vinha em minha mente era: ser feliz.

sábado, 19 de maio de 2012

Deixe-me...

Chega!
Quantas vezes eu me olhei no espelho e disse que não iria me entregar? Quantas vezes disse que não esperaria mais nada das pessoas?
E eu me pego pensando o tempo todo: que diabos eu estou fazendo? A quem eu estou tentando enganar? Não dá, essa coisa de se doar, de se doer, de se entregar e se... Não é pra mim, nunca foi e nem será.
Agora deixe-me em paz.



(Rabisco antigo)

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Pois é

- Você é muito profunda.
- Não sou raiz.

(Parti)das...

Um lugar de chegadas e partidas. Sorrisos e lágrimas. Um ponto de empréstimo de ''fogo'' para ascender a um cigarro barato. Pessoas normais e anormais. Amores e dores. Olhares e desvios. Bem vestidos e mal vestidos. Abraços e adeus... Ali nada permanece, como aqui dentro: na rodoviária.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Astronauta

Ele queria o amor que continha dentro do coração dela;
ela queria ser astronauta e nada mais.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Amor-pássaro

O amor é feito pássaro, você não pode aprisioná-lo em uma gaiola, pois aí é que ele irá querer ser livre, partir, ir embora. Você gostaria de ficar preso dentro de uma gaiola? Como se tivessem cortado as suas asas? Então ame o pássaro, deixe-o chegar até o ninho, aqueça o ninho, deposite o seu amor sobre ele, mas não o aprisione se não quiseres perdê-lo.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Algodão

Não o mereço,
você é algodão
eu sou agulha,
e perfuro,
machuco,
eu mesmo sangro,
escorro,
escureço
e corro.

Alma

Minha alma é silenciosa, e tortura.

Aviso!

Quero conhecer o teu sorriso,
quero ser a razão p'ro teu riso
faça-me sonhar com isso,
e deixe-me um aviso com o escrito:
vamos ao paraíso!

É tudo.

Estrago,
é tudo o que eu causo.